Menu
Busca Qua, 22 de maio de 2019
(47) 99975-9521
Novo Estádio

Sonho antigo dos torcedores do Brusque, projeto arquitetônico da Arena Havan é lançado

Estádio será multiuso, com capacidade para 15 mil pessoas. Gerente de Marketing do Brusque lista benefícios da nova arena

09 maio 2019 - 17h03Por Edemir Júnior

 

A Havan divulgou na última terça-feira (07) imagens arquitetônicas do projeto que vai mudar a história do futebol de Brusque e todo o Vale do Itajaí: a Arena Havan, estádio que terá capacidade para 15 mil pessoas. Com previsão de início das obras para agosto deste ano, a arena deverá ficar pronta em dois anos. No entanto, não se descarta a antecipação da entrega da obra, já que a Havan é conhecida por construir megalojas em poucos meses.

Futuramente localizada no bairro Bateas, próximo à rodovia Ivo Silveira, que liga Gaspar a Brusque, a arena vai ficar dentro do complexo esportivo Chico Wehmuth, que está sendo construído pela prefeitura de Brusque. Além de estádio de futebol, a arena será multiuso, com disponibilidade para shows musicais e outros eventos possíveis. 

Arte: Divulgação / Havan.

Sonho antigo dos torcedores e diretores do Brusque FC, o novo estádio chega para substituir o Augusto Bauer, que fica localizado no centro da cidade, mas que não é de propriedade da equipe, que precisa pagar para jogar no estádio. Além da nova arena, o projeto também prevê dois campos de futebol anexos, que deverão servir para treinamentos do Brusque FC. 

O projeto arquitetônico da futura arena traz muita polêmica, já que a fachada do estádio deverá ser semelhante às lojas Havan, seguindo a identidade visual dos estabelecimentos de Luciano Hang, que, inclusive, se defendeu em suas redes sociais à respeito de algumas críticas recebidas. “Tô de olho nos comentários de vocês sobre a Arena Havan. Se reclamarem muito vou colocar a Estátua da Liberdade em frente ao estádio. É aquela coisa, quem paga a conta que escolhe o cardápio! Eu amei a Arena e adoro meu arquiteto. Um beijo para vocês (risos)”, declarou o empresário.

Estádio tera fachada semelhante às lojas Havan. Arte: Divulgação / Havan.

Conversamos com o gerente de marketing do Brusque FC, Sandro Ortiz, sobre a nova arena e tudo que ela pode trazer para o clube, seus torcedores e também toda a região. Confira:

Tal: O que representa para o Brusque a futura arena? O clube vai subir de patamar, buscando quem sabe a médio prazo jogar uma série B ou até mesmo Série A do Brasileiro?

Sandro Ortiz: Primeiramente, representa um marco para nossa região no âmbito esportivo, para nossa comunidade. Em especial, a chegada da Arena traz à realidade um sonho antigo de ter a própria casa e toda esta atmosfera, com certeza, se reflete no time, na melhoria da estrutura, a profissionalização dos departamentos do clube, enfim, tudo isto está sendo feito ciente de que o clube crescerá para atendermos as expectativas de nosso torcedor e de toda uma região. 

Com toda certeza um projeto deste porte exige o crescimento da marca e da equipe em si. Para isso, iniciamos um trabalho no início de janeiro justamente com esse foco de expandir a marca Brusque FC, dando maior visibilidade à marca e ao mesmo tempo aproximando cada vez mais o torcedor do clube, proporcionando novas experiências, planos de sócio-torcedor, facilidades que realmente eleve o nível de experiência e satisfação deste torcedor. 

O planejamento passa por todas as esferas, como por exemplo a TV Bruscão, que foi criada justamente para abrir um canal de comunicação direta com nosso torcedor. Com uma programação diferenciada e focada no Brusque FC, hoje a TV, em 20 dias de trabalho, já alcançou 178 mil pessoas, um número expressivo para uma cidade de cerca de 120 mil habitantes. Portanto, o clube trabalha para crescer e desenvolver-se em todos os sentidos, com o objetivo claro de subir para a Série C primeiramente e futuramentes alçar voos mais altos.

TAL: Diferentemente do Augusto Bauer, a Arena Havan não vai ficar na área central da cidade. Quais os benefícios e também os malefícios que esse fato pode trazer?

Sandro Ortiz: Vejo somente benefícios com a construção de uma obra deste porte em nossa cidade e região, pois movimenta uma região economicamente conhecida pelo turismo cultural, que  também poderá ser reconhecida através do esporte. Gera empregos diretos e indiretos, incentivo ao desenvolvimento do esporte local, do qual hoje sofre com a falta de infraestrutura, uma arena multieventos com capacidade para grandes atrações que vão além do Futebol. 

Hoje, apesar da localização, não é nada vantajoso ao Brusque atuar nas dependências do Augusto Bauer, já que os custos operacionais e logísticos são elevados para o nível de conforto e facilidade ao torcedor, tornando-se pouco atrativo, além dos gargalos reconhecidos de filas para acesso, que já temos uma solução em desenvolvimento para eliminar as filas e também estacionamento, que sempre foi um grande problema, justamente pela localização.

TAL: Está tendo uma polêmica, por parte de algumas pessoas quanto a fachada do estádio. Há quem defenda e quem não goste. Luciano Hang até mesmo postou sobre isso hoje mais cedo em suas redes sociais. Qual a posição do clube em relação a isso?

Sandro Ortiz: Críticas, elogios e sugestões sempre farão parte da vida de uma pessoa com a visibilidade que o Luciano hoje possui, já em âmbito nacional e para nós é um orgulho poder dizer que ele é brusquense e que deseja ver o “Bruscão” grande. Isso contagia a todos, afirmo dizer que a maioria. Por isso mesmo, acaba se tornando irrelevante a opinião de poucos. 

O que é fato, na minha opinião, é que poucos empresários têm a coragem de assumir um projeto desta magnitude e com recurso próprio, beneficiando seu clube local e toda a comunidade brusquense. Nada mais justo do que ele fazer essa fachada, justamente porque é uma  homenagem ao império que ele construiu ao longo destes últimos 10 anos. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Pobreza
Mais de 13 mil pessoas ainda vivem em situação vulnerável a pobreza em Blumenau, segundo IBGE
Comércio
“Vamos ter tempos difíceis pela frente”, aponta Emílio Schramm, após levantamento da Fecomércio sobre o dia das mães
Economia
Mudança tributária será aniquilada para setor farmacêutico em 2020
Turismo
Ocorreu nesta quarta-feira (15) a reunião do Plano Municipal de Turismo
TAL 360°
Confira a sétima edição do TAL 360°
Esporte
De Blumenau à seleção brasileira: conheça a história de João Camargo, técnico do Basquete Feminino de Blumenau
Insônia
Insônia atinge 73 milhões de brasileiros, de acordo com a ABS
Homicídios
Casos de assassinatos diminuíram no último ano no Vale do Itajaí e em Santa Catarina
Cinema
Quase 35 mil pessoas já assistiram ao filme “Vingadores: Ultimato”, somente no cinema Arcoplex, em Blumenau
TAL 360º
Está no ar a primeira edição do TAL 360 em 2019. Confira!