Menu
Busca Ter, 22 de outubro de 2019
(47) 99975-9521
Turismo

Vale Europeu é considerado o principal destino dos cicloturistas no Brasil

A rota do Vale Europeu catarinense percorre nove cidades no total

07 outubro 2019 - 13h00Por Júlia Beatriz

Com 300km percorridos, passando por paisagens rurais e urbanas, o cicloturismo no Vale Europeu é o principal destino do Brasil nesta área, de acordo com o Consórcio Intermunicipal do Médio Vale do Itajaí (CIMVI). Criado há mais de 13 anos, o circuito foi o primeiro do país planejado e dedicado especialmente para ser percorrido de bicicleta, sempre sinalizado com placas e setas amarelas, além disso, todos os ciclistas recebem um mapa, planilhas de informações e todas as orientações necessárias para realizar o circuito.

Durante sete dias os turistas encontrarão diversos atrativos e o circuito apresenta graus de dificuldades, sendo recomendado para quem já realiza provas pedalando ou até mesmo outros circuitos como forma de lazer. Em todo o caminho, existem profissionais acompanhando os cicloturistas, como afirma Arlete Regilene Scoz, Gestora de Cultura, Esporte e Turismo, do CIMVI: “operadoras credenciadas e certificadas atendem ao circuito com serviços de guia de pedal, carro de apoio e serviço de reserva de hospedagens, alimentação, aluguel de bikes e os acessórios como: sapatilhas e roupas apropriadas para o pedal”. 

Ainda de acordo com Arlete, apesar da contagem de ciclistas que passam pelo percurso ser muito restrita, pelo fato da CIMVI só ter controle das pessoas que preenchem o termo de responsabilidade, sabe-se que o cicloturismo é de grande auxílio no turismo da região, passando turistas de diversos estados, como: São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso, Rio de Janeiro e Pará. “O ciclista vem pedalar, conhece os atrativos, volta com a família e recomenda aos amigos. Com isso, os empreendedores do setor sentem-se estimulados para melhorar e a ampliam seus negócios. Desta forma, conseguimos ter um destino turístico com qualidade e com visibilidade nos estados vizinhos”, afirma.

Percorrendo pelas cidades, que incluem Timbó, Pomerode, Indaial, Rodeio, Ascurra, Apiúna, Benedito Novo, Doutor Pedrinho e Rio dos Cedros, os ciclistas vão encontrar belas paisagens, produtos agrícolas e uma alimentação típica. Mas, para determinar o circuito, diversos pontos são essenciais, como explica Celso Pacheco, responsável pelos Novos Negócios e Operações da Rota Cicloturismo: “comodidade, segurança e tranquilidade com hospedagens, alimentação e o turismo de experiência, com diversas degustações de produtos manufaturados artesanalmente em nossa região”.

A início do circuito acontece na cidade de Timbó.
Foto: Consórcio Intermunicipal do Médio Vale do Itajaí (CIMVI)

O circuito percorrido no Vale Europeu Catarinense

O cicloturismo no Vale Europeu é percorrido em sete dias. A inscrição custa R$ 15,00 e é cobrada no credenciamento, acompanhando um kit com passaporte e planilha de informações sobre o circuito. O passaporte é carimbado em hotéis, restaurantes, prefeituras, portais e outros pontos de vendas da região. Ao completar o circuito, o turista participante pode retirar o certificado. Veja a seguir por onde é percorrida a rota do Vale Europeu:

Fonte: Consórcio Intermunicipal do Médio Vale do Itajaí (CIMVI) Arte: Júlia Beatriz

 
Para mais informações acesse aqui.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Projeto Social
Liga Super-Ação realiza trabalho voluntário em Blumenau
Terceira Idade
Atividade física traz saúde e inclusão social para a terceira idade
Doação
Referência no estado, Blumenau se torna a capital de Transplantes
Música
Conheça a história do guitarrista blumenauense Mazin Silva
Prevenção
O Medo das vacinas e a falta de abastecimento nos postos de saúde
Festas de Outubro
Casas noturnas e restaurantes mudam suas programações durante a Oktoberfest
Inclusão
Parajasc evidenciam força do paradesporto de Santa Catarina
Segurança
Violência doméstica impulsiona iniciativas de combate em Blumenau
Mobilidade Urbana
Uso de patinetes e bicicletas elétricos ganha força nas grandes cidades
Saúde
Jaraguá do Sul implementa projeto voltado a qualidade de vida da comunidade